FORSCHER SOLUTIONS PROVIDER

 
 


 

Notícias

 

   

Visão

    

Histórico

 

    

Notícias

 

    

Localização

 
...

 

 

.

 


 .

Forscher - forscher@forscher.com.br  - Tel: (11) 3744-1616  - Fax:(11) 3772-5748

Notícias

  

Autenticação Permanente de Metais

 

O sistema DatatraceDNA® permite o rastreamento e autenticação de componentes de valor ou materiais críticos como, armas, partes de aviões, compósitos e vidros.

 

Metais industriais, como armas e partes de aviões, apresentam problemas especiais quando são marcadas para propósitos de rastreamento e autenticação. Marcadores externos, como números de série, são facilmente removidos, destruindo a origem das peças.


Além disso, os marcadores não podem ser facilmente incorporados dentro da matriz do próprio metal, uma vez que podem alterar as propriedades do metal ou da liga metálica usada.  Como então, marcar metais com um identificador único? Uma solução para este problema encontra-se em uma tecnologia conhecida com Deposição Metálica Dinâmica Gasosa, na qual, CSIRO têm uma posição de liderança mundial.

 

Nesta técnica, as partículas são impregnadas na superfície dos metais através do fornecimento combinado de energia térmica e cinética às partículas. De fato, as partículas são aceleradas à velocidades extraordinárias enquanto extremamente quentes e então, colidem com a superfície do metal ou da liga metálica. 

   

Com resultado deste processo de colisão, as partículas são impregnadas, soldando-se à superfície do metal ou da liga metálica. De fato, a partícula transforma-se em parte do metal. A tecnologia GDMD pode ser utilizada somente com partículas extremamente robustas. Os marcadores DatatraceDNA são conhecidos por resistirem à temperaturas e alta velocidade provocada por explosivos. Mas seriam resistentes à extrema força de cisalhamento provocada pela colisão em alta velocidade?

 

A maioria das partículas luminescentes é friável, significando que suas propriedades são degradadas rapidamente pelo estresse. Estudos foram realizados com os marcadores DatatraceDNA para avaliar se poderiam ser utilizados com a tecnologia GDMD. Os estudos foram conduzidos nas instalações da CSIRO em Clayton em Melbourne na Austrália. Agora, podemos reportar que muitos marcadores DatatraceDNA, certamente podem ser utilizados com essa tecnologia.

    

Digno de nota é o fato de que a integração, impregnação e fusão destes marcadores, feita desta maneira, não provoca qualquer efeito deletério na estrutura cristalina do metal ou da liga metálica ou ainda na sua história térmica. Desta forma, a marcação pode ser aplicada após o metal ter sido manufaturado em um processo industrial específico. Por exemplo, marcações deste tipo podem ser aplicadas a partes metálicas de armas e peças de aeronaves após sua fabricação.

 

Isso permite que as peças sejam marcadas individualmente, em grupos, ou em outros formatos que sejam desejados. A técnica GDMD é notadamente rápida. Uma peça típica, de 100 cm x 100 cm pode ser marcada de forma permanente em toda sua área em, literalmente, menos de um segundo. 

Essa habilidade de conferir uma identidade a todos os pontos da superfície do metal significa que se torna praticamente impossível para alguém apagar essa identidade raspando-a. O código de identificação está em toda a parte e sua remoção requer a completa raspagem de cada milímetro quadrado da superfície. Se qualquer ponto, mesmo que microscópico não for removido, o código permanece lá e pode fornecer a identidade original. Da mesma forma que outras técnicas descritas neste artigo, a aplicação da tecnologia GDMD pode ser executada de tal maneira que os marcadores DatatraceDNA fiquem completamente invisíveis e imperceptíveis. As imagens mostram metais, vidros e pastilhas de freios marcadas usando GDMD.